Projeto
Inclusão Sociambiental
Resumo
Catadores de Recicláveis
Conteúdo

O Projeto de Inclusão Socioambiental é promovido por meio de uma parceria entre a Semarh, o Sebrae, a Secretaria Nacional de Economia Solidária e o Ministério do Trabalho e Emprego. A ação busca promover a inclusão de catadores e coletores de materiais recicláveis secos e de óleo de cozinha do estado de Sergipe, oferecendo assistência técnica e apoio de forma a prepará-los para a atual dinâmica da cadeia da coleta seletiva.

Outra meta é estimular a organização dos profissionais e capacitá-los para melhorar a sua forma de atuação, contribuindo dessa forma para elevar a renda obtida por meio do negócio e a diminuição dos resíduos sólidos descartados na natureza. As ações serão desenvolvidas durante três anos nos 75 municípios do estado e devem beneficiar 1.840 catadores.

O projeto prevê ainda a capacitação de 800 catadores e o assessoramento de outros mil para a formação de 20 associações. Nessa fase serão promovidas reuniões e oficinas sobre coleta seletiva, educação ambiental, associativismo, empreendedorismo, organização social, cooperativismo e outros temas sugeridos pelos beneficiados.

Também estão previstas a elaboração de planos de negócios para as associações e a criação de centros para triagem e comercialização dos materiais coletados.


A A3 Ambiental, através da Oficina Acondicionamento e Valorização dos Resíduos, cabe a capacitação dos catadores no correto manejo dos materiais coletados, evitando impactos de visinhanças como pragas urbanas e vetores de doenças e os riscos a saúde dos prorpios catadores.